Paulo Rowlands

HISTÓRICO

Paulo Henrique Sato Rowlands, de nome artístico Paulo Rowlands, nasceu na cidade de São Paulo, Brasil, em 28 de novembro de 1971. Bacharel em Música, modalidade ‘Regência’, pela Universidade Estadual de Campinas - Unicamp (1990-96), especializou-se em canto e regência coral, foco de suas atividades artísticas em toda sua carreira até os dias atuais. Paulo Rowlands também se dedica à composição de canções populares e música coral, fazendo da voz cantada seu permanente objeto de pesquisa e paixão pessoal.

Em sua formação como regente, Paulo Rowlands destaca os anos na Unicamp como aluno de Regência Coral com Helena Starzinsky e de Regência orquestral com Henrique Gregory como período de consolidação de seu estilo pessoal de regência. Já na formação como barítono e professor de canto, no mesmo período, Rowlands destaca sua experiência como discípulo da Cantora Doutora Niza de Castro Tank (“sua mestra”, em suas próprias palavras).

Recentemente, Paulo Rowlands complementou sua formação com a conclusão do curso de Licenciatura em História (Faculdades Anhanguera, 2015-17).

Atualmente Paulo Rowlands está à frente do Madrigal Baobá, Coral de Vidro e Coral Sintonia Valinhos; é produtor cultural do projeto Cultura no IG, do Instituto de Geociências da Unicamp; ministra aulas particulares de canto e piano; integra o corpo de músicos da empresa Del Chiaro Campinas, especializada em música para casamentos.

Corais que Paulo Rowlands dirigiu desde 1989:
1989 - Coral Anhanguera, da Escola Estadual Anhanguera, Lapa, São Paulo, SP;
1989 - Coral IPT USP, do Instituto de Pesquisas Tecnológicas da Universidade de São Paulo, ao lado do Maestro Eduardo Fernandes;
1990 a 1994 - Madrigal Unicamp, do extinto NIDIC (Núcleo de Integração e Difusão Cultural da Unicamp), vinculado ao seu Departamento de Música;
1991 - COCA (Coral Campinas), vinculado, na época, à Orquestra Sinfônica de Campinas;
1995 a 2005 - Oficina Coral Unicamp, em 1995 vinculado ao seu Departamento de Artes Cênicas e de 1996 em diante ao seu Departamento de Biologia.
1997 a 2005 - Coral Gilberto Mendes, grupo independente sediado na cidade de Valinhos, SP;
1998 a 2005 e desde início de 2018 - Coral Sintonia, da Unilever Valinhos, Valinhos, SP;
2005 - Coro Sinfônico de Ribeirão Preto, vinculado à Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto;
2005 - Madrigal Ademus, do Departamento de Música da USP de Ribeirão Preto;
2007 a 2008 - Madrigal Muzikema, grupo independente sediado na cidade de Ribeirão Preto;
2011 a 2012 - Coro Sinfônico de Goiânia, vinculado à Orquestra Sinfônica de Goiânia, GO.
2016 a 2018 - Madrigal Amicitate e Coral Amicitate, grupo independente sediado na cidade de Osasco, SP.
2019 até hoje - Madrigal Baobá e Coral de Vidro, vinculados ao projeto Cultura no IG, Instituto de Geociências da Unicamp, Campinas, SP.